Buscar
  • Comax

Estratégia Push e Pull: diferenças e como aplicar no seu negócio







A estratégia push e pull é compreendida como a combinação de duas abordagens distintas do marketing, que são compostas por ações que direcionam ou atraem o público-alvo para a empresa. Ainda que tenham funções e momentos de uso diferentes, ambos resultam no aumento das vendas e, por consequência, no crescimento da empresa.


É interessante entender quais são as ações que pertencem a estratégia pull ou ao push marketing, para poder escolher o melhor caminho para conduzir o cliente até a etapa final: a venda. Vamos ver como funciona? Continue lendo para aplicar na sua empresa e ter mais resultados!

O que significa a estratégia do Push e Pull Marketing?

Para início de conversa, vamos traduzir os termos do inglês para ajudar a entender o que são. A palavra push, ao contrário do que pode parecer, significa empurrar. Pull é o mesmo que puxar.

Estratégia push


A estratégia pushing é a abordagem mais tradicional do marketing, que expõe as ofertas e soluções direto ao público. Tem como premissa atingir as pessoas de maneira massiva, através de campanhas e anúncios em mídias convencionais.


Também pode ser elaborada para o mundo online, em vários posts patrocinados de redes sociais, vídeos, Google Ads e também no off line através da mídia externa. Possui uma abordagem mais direta, sendo favorável para quem deseja maior visibilidade ou quer alcançar novos mercados.


Se visualizarmos por uma linha do tempo, a estratégia push foi o centro da publicidade e propaganda até meados do final do século XX. Em sequência, o crescimento da internet abre oportunidades para várias ferramentas e abordagens, o que permite que várias marcas de menor orçamento invistam na área e acabem por ampliar a competitividade em seus segmentos.


Estratégia Pull


A estratégia pull consiste na criação de valor, relacionamento e notoriedade para com os consumidores, através de ações que devem atrair o público voluntariamente para a marca. Por conta disso, é considerado que seus resultados do pull são mais de médio e longo prazo, diferente do push marketing.


Ou seja, o foco da estratégia pull é a fidelização. Buscando gerar a proximidade e a identificação do consumidor com os valores e produtos da empresa, sendo esperado que esses não somente a experimentem como acabem se tornando clientes recorrentes, logo virando divulgadores da marca.

Quais são os objetivos de ambas?

A missão da estratégia de push marketing é a conversão em vendas assim como os resultados a curto prazo, ainda que as suas ações ao longo do tempo resultem em aceitação pública e valorização da marca.

Entretanto, a estratégia pull tem como foco a atração e conversão dos leads. Afinal, a entrada de receitas acontece mas a médio e longo prazo, isso ocorre em função do tempo que é importante para despertar o real interesse da pessoa, desenvolver um relacionamento, amadurecer a sua decisão de compra e enfim, torná-la um cliente recorrente.

Aplicações da estratégia push e pull:

Que as duas estratégias são diferentes, já explicamos mas para melhor entendimento aqui vão as aplicações da estratégia push e da estratégia pull:

Push

  • anúncios em jornais e revistas;

  • comunicações em outdoors, banners, displays interativos;

  • expositores e materiais de comunicação visual para pontos de venda;

  • participação em feiras especializadas, com divulgação e demonstração de produtos;

  • entrega de flyers e panfletos.

Pull


Curtiu o conteúdo? Qual deles se aplica melhor à sua empresa?

Possui dúvidas sobre como cobrar clientes inadimplentes? Entre em contato conosco!

(11) 5087-1800