Cobrar dívidas de clientes é uma das tarefas mais delicadas da administração de um negócio. Dependendo
do contexto e de como é conduzido a cobrança, esse processo pode desgastar a relação e até mesmo acarretar
o fim de um contrato, o que, nessa situação, é algo traumático para ambos os lados, sem contar o prejuízo
causado pela perda do valor.
Afinal, terceirizar o setor de cobrança, dá certo?
 
Por esse nível de complexidade e para evitar essa situação, muitas empresas estão optando pela cobrança terceirizada de títulos. Assim, essa tarefa é entregue na mão de profissionais capacitados e acostumados a
lidar diariamente com as mais variadas situações que envolvem a cobrança de dívidas.
 
São vários os detalhes que precisam ser tratados com muito cuidado, como a abordagem, o tom de voz
utilizado durante a conversa e a percepção para entender o momento e qual a estratégia adequada.
 
Esses e outros aspectos reduzem drasticamente a chance da relação se desgastar e podem, em vez de
afastar, aproximar o cliente da empresa.
Isso porque uma abordagem dura demais leva a conflitos, tornando a continuidade do processo de
cobrança e até de relacionamento entre as duas empresas muito mais difícil.

O que é cobrança terceirizada?

Apesar de parecer óbvio, é importante explicarmos com detalhes. Trata-se do momento em que uma
empresa decide contratar um parceiro para assumir a recuperação de débitos.
Isso é comum quando o volume de funcionários do financeiro não é suficiente para execução das
atividades de cobrança.
 
E não é para menos. Quando não há uma rotina de cobrança, as dívidas vão se acumulando e viram
uma “bola de neve” rapidamente.
 
Uma dúvida recorrente nas empresas que nunca terceirizaram a atividade de cobrança, é como funciona o
modelo de remuneração das assessorias
Apesar de existirem diversas opções, uma delas é praticada com mais frequência, e é mais aderente ao
mercado: remuneração por sucesso – que é quando a assessoria recebe uma porcentagem dos valores
recuperados.
 
O modelo de contratação “por sucesso’’ acaba sendo funcional para ambas as partes, como se tem visto no
mercado, durante os últimos anos.

Quando minha empresa precisa terceirizar a cobrança?

O primeiro passo é analisar o tamanho da sua inadimplência e entender, com base na eficácia da sua
cobrança interna, se com a estrutura de pessoal, tecnologia e infraestrutura, é possível recuperar esses
valores dentro de um prazo satisfatório.
Se estiver em dúvida quanto à resposta, já é hora de considerar terceirizar a cobrança com um parceiro
especializado.
 
Então quais motivos que levariam a terceirização dos serviços?
  1. Dificuldade em realizar uma cobrança interna efetiva;
  2. Falta de pessoas para realizar a cobrança e demais tarefas;
  3. Ausência de recursos tecnológicos;
 

Vantagens da contratação de um Empresa de Cobrança

 
As Empresas de cobrança têm uma capacidade adicional de cobrar os valores devidos por dar ao devedor
a sensação de perda de controle sobre a situação, uma vez que não é mais um conhecido seu, o credor,
quem está efetuando a cobrança.
 
  • Foco na atividade-fim
Negociar com os clientes é uma tarefa que demanda tempo e energia dos colaboradores.
  • Rapidez no retorno de contas atrasadas
Aumento das chances de receber os débitos atrasados de forma mais rápida e efetiva.
  • Preservação de bom relacionamento com o cliente
Possibilidade de realização de treinamento para a empresa especializada capacitando os terceiros a
negociar com o devedor de maneira cuidadosa e amistosa.
 

Nossas rede sociais:

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *